Tag Archives: Percy Jackson

Duelo de Personagens #1: Percy VS Eragon

5 Mar

Resolvi criar esse “Duelo” inspirado pela “Batalha de capas” do blog Garota It, que quem não conhece deveria conhecer.

Pra abrir essa nova coluna no blog com chave de ouro temos como participantes do nosso primeiro duelo os ilustres senhores:

Perseu Jackson, filho de Poseidon
também conhecido como cabeça de alga,
munido com sua caneta-espada, seu relógio-escudo
e seu controle sob água

e Eragon, o Cavaleiro de Dragão
empunhando Za’roc e com a ajuda da sua
“pequena” amiga escamosa, Saphira.

A Maldição do Titã

20 Jun

Um chamado do amigo Grover deixa Percy a postos para mais uma missão: dois novos meios-sangues foram encontrados, e sua ascendência ainda é desconhecida. Como sempre, Percy sabe que precisará contar com o poder de seus aliados heróis, com sua leal espada Contracorrente… E com uma caroninha da mãe. O que eles ainda não sabem é que os jovens descobertos não são os únicos em perigo: Cronos, o Senhor dos Titãs, arquitetou um de seus planos mais traiçoeiros, e nossos heróis serão presas fáceis. Um monstro ancestral foi despertado – um ser com poder suficiente para destruir o Olimpo –, e Ártemis, a única deusa capaz de encontrá-lo, desapareceu. Percy e seus amigos têm apenas uma semana para resgatar a deusa sequestrada e solucionar o mistério que ronda o monstro que ela caçava.

Editora: Intrínseca
Autor: Rick Riordan
Ano: 2007
Número de páginas: 316

O senhor Rick Riordan se superou de novo, A Maldição do Titã é tão bom quanto o Ladrão de Raios, e sério, tem uma coisa no livro – não é o pai dos irmãos Di Angelo, isso é até bem óbvio se tu parar pra pensar – que é impossível de se deduzir que vai acontecer e quando acontece tu é pego de surpresa e fica pensando: PRA QUÊ ISSO, THALIA?!

Uma coisa que eu não poderia deixar de comentar é o titulo do livro: A Maldição do Titã.
Não sei vocês, mas eu quando li o nome pela primeira vez pensei que a tal maldição era do titio Chronos, mas, pra minha surpresa a maldição citada no titulo não é nada que já tenha sido comentado antes, porém não foi menos legal por isso, pelo contrário, foi uma coisa bem bolada.

Sobre os irmãos Di Angelo não há nada de importante – exceto o fato que eu adorei os dois e sei que a maioria também vai gostar deles – que eu possa comentar sem dar spoilers, por isso vou manter meus dedos quietos.

O Rick Riordan melhora visivelmente a escrita e o humor a cada livro, esse não foi exceção e ao contrário de O Mar de Monstros, A Maldição do Titã já começa te prendendo e não te solta até o final.

A capa como todas as outras é uma situação que acontece no livro e ficou muito bem retratada.

Acho que era isso, muito em breve vou postar a resenha de A Batalha do Labirinto, já que é uma resenha que estou louco pra escrever.

O Mar de Monstros

19 Maio

Segundo volume da saga Percy Jackson e os Olimpianos, O Mar de Monstros narra as novas aventuras de Percy e seus amigos na busca do Velocino de Ouro, o único artefato mágico capaz de proteger o Acampamento Meio-Sangue da destruição.

É com essa missão que ele e outros campistas partem para uma eletrizante viagem pelo Mar de Monstros, onde deparam com seres fantásticos, perigos e situações inusitadas, que põem à prova seu heroísmo e sua herança. Está em jogo a existência de seu refúgio predileto e, até então, o lugar mais seguro do mundo para eles.

Editora: Intrínseca
Autor: Rick Riordan
Ano: 2009
Número de páginas: 304

Devo admitir que o livro estava meio parado no inicio, na verdade não sei se “parado” é a definição certa. Digamos que o livro não teve um inicio tão bom quanto O Ladrão de Raios, porém, a partir do encontro de Percy com Hermes tudo começa a melhorar e o livro mostra pra quê veio.

A Clarisse ganhou pontos comigo nesse livro, ela ficou um pouco menos odiável depois de uma cena na qual ela bate um papo com o seu querido pai.
Também queria comentar sobre a ausência dela no primeiro filme. Eu pensei que o filme de O Ladrão de Raios por ter sido todo picotado não teria uma continuação, mas eu estava enganado. Vi noticias sobre uma adaptação pros cinemas de O Mar de Monstros e fiquei curioso de saber como eles vão adicionar a Clarisse na história já que ela é apresentada no primeiro livro. Espero que consigam apresenta-la de um jeito aceitável, mas infelizmente só nos resta esperar pra ver.

O Mar de Monstros está mais bem humorado que o anterior e tem mais ação também. Só pra vocês terem uma ideia o Grover quase acaba se casando com um ciclope. (risos)

Uma coisa legal que eu não podia deixar de falar, que na verdade envolve a série toda, são as capas, além delas serem lindas todas as ilustrações das capas são cenas que acontecem nos livros.

Enfim, o livro foi ótimo se desconsiderar aquela partezinha chata do inicio e conheci muito mais sobre a mitologia grega no decorrer dele, o que é muito legal.

É isso pessoal, e como eu nunca canso de dizer: queria ter comentado mais, mas eu procuro não dar spoilers nas minhas resenhas quando é possível.

O Ladrão de Raios

13 Abr

Primeiro volume da saga Percy Jackson e os olimpianos, O ladrão de raios esteve entre os primeiros lugares na lista das séries mais vendidas do The New York Times. O autor conjuga lendas da mitologia grega com aventuras no século XXI. Nelas, os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos – jovens heróis modernos – terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.

Editora: Intrínseca
Autor: Rick Riordan
Ano: 2008
Número de páginas: 400

Primeiro devo comentar sobre o filme e alertar aqueles que o viram de quê a história foi mutilada na adaptação para os cinemas, a começar pelo vilão central da história que simplesmente não é citado no filme. Não vou cita-lo aqui também para evitar spoillers, enfim. O filme é um fiasco se comparado ao livro, eu sei, isso quase sempre acontece, mas no caso de O Ladrão de Raios foi pior que o normal, acredite.

Em O Ladrão de Raios, assim como na mitologia grega, existem filhos de Deuses com mortais, como citado na sinopse, porém há muito tempo atrás os três maiores deuses do Olimpo, Zeus, Poseidon e Hades, fizeram um pacto de que nunca mais teriam filhos com mortais, pois dizia uma profecia que o filho meio-sangue de um deles traria a destruição do Olimpo ao completar 16 anos.

E advinha, nosso protagonista, Percy Jackson é filho de Poseidon.

Como deu pra perceber pelo protagonista, os Deuses não levaram tão a sério o pacto.

Os heróis em Percy Jackson e os Olimpianos são encaminhados ao  Acampamento Meio-sangue aonde são treinados para combaterem monstros.

Os monstros, é explicado no livro, nunca morrem de verdade, por isso a necessidade de treinar os heróis. Quando um meio-sangue “mata” um monstro o mesmo apenas desaparece por um tempo, mas um dia voltará.

O Acampamento Meio-sangue é o único lugar seguro para os heróis já que os monstros podem fareja-los e mata-los caso estes estejam despreparados.

O livro foi realmente muito bom, a narrativa em primeira pessoa é leve, o ritmo é impecável, tem muita ação, humor e uma história ótima.

Outra coisa interessante são os nomes dos capítulos, que são bem humorados:

 “Um Deus compra cheeseburgers para nós.”

“Um poodle é o nosso conselheiro.”

Tinha muito mais para comentar, mas acho melhor deixar que vocês descubram por si mesmos.

Recomendo a série e em breve eu postarei a resenha do segundo livro: O Mar de Monstros.